NOTÍCIAS
 
20/11/2013 - 16:42h
CRIADORES DE PASSAROS DO DF TERÃO SITUAÇÃO REGULARIZADA

Criadores de pássaros do DF terão situação regularizada

  
 
Criadores de pássaros do DF terão situação regularizada
 

O governador Agnelo Queiroz, o presidente do Ibama Volney Zanardi, o secretário de Meio Ambiente (Semarh), Eduardo Brandão e o presidente do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Nilton Reis assinaram nesta terça-feira (19) um acordo de Cooperação Técnica que marca a gestão compartilhada nos cuidados com a fauna e flora do DF entre o GDF e o governo federal.

O acordo cumpre o disposto na Lei Complementar Nº140/2011, que estabelece a competência do Distrito Federal para assumir a execução da política nacional de fauna e flora no DF. A competência foi repassada do Ibama a todos os órgãos ambientais estaduais, municipais e no Distrito Federal, em dezembro de 2011.

Com a assinatura, a presidência do Ibama se compromete, pelos próximos dois anos, a repassar o conhecimento técnico aos servidores do Ibram para que em breve possa gerir todas as informações sobre a fauna e flora do DF.

Mais adiantado nos trabalhos com a fauna do que com a flora, o Ibram, passa a exercer as atribuições de gestão, primeiramente, da primeira área, que envolve autorizações de criação, pesquisa, manejo e transporte de animais silvestres. Além de se envolver ativamente nos trabalhos de combate ao tráfico, resgate, recebimento, reabilitação e destinação, juntamente com o Ibama, dos animais que, por qualquer motivo, foram retirados da natureza. O processo das atribuições da flora está em fase de finalização e em breve também serão repassados ao órgão ambiental do DF.

Presente no evento, no Palácio do Buriti, juntamente com outros criadores de passarinhos que estão com suas licenças vencidas desde julho deste ano, Glaicon Roberto, presidente da Associação de Pássaros de Brasília, está otimista com a mudança. “Estamos há muito tempo sem poder comercializar, comprar anilhas para as aves e outras ações. De repente fomos colocados em uma situação de irregularidade e não podíamos fazer muita coisa para mudar isso. Agora esperamos que tudo se ajeite”, disse o presidente.

Glaicon afirma que há em Brasília cerca de três associações de passarinheiros e que o número de associados chega a mais de três mil. Lembra que o cadastro do Ibama soma dez mil criadores. “Esta é outra ação que precisa ser retomada. O cadastro está fechado há mais de dois anos. Acho que já somos mais de 15 mil, no país”, ressalta. 

Eduardo Brandão, secretário da Semarh, afirma que em breve a situação dos criadores estará resolvida. “Esta tem sido a nossa maior demanda. Peço paciência de todos os criadores, pois estaremos num período de transição das informações, mas logo, logo tudo estará resolvido. Manteremos um canal aberto com todos para que esta transição possa ser bem tranqüila”, explica o secretário.

O governador citou alguns programas ambientais de sucesso da Capital como o Brasília, Cidade Parque, a aplicação dos investimentos das compensações ambientais e florestais, que tem sido exemplo para o país e convidou todos presentes do evento para a temporada 2013 do programa Tempo de Plantar. “Iniciaremos amanhã, no Parque da Asa Sul o plantio de 500 mudas marcando a temporada de plantios que será feita até o encerramento das chuvas recuperando áreas degradadas em todo o DF”, conclui.

 
 
 

< voltar

 
 
www.criadouropilardobrasil.com.br - 2009/2018 - Desenvolvimento: